Advogados: Como usar dois monitores

Para quem quer aumentar a produtividade dentro do escritório, usar dois monitores pode ser uma excelente estratégia. Muitos advogados não sabem, porém, ficar alternando janelas em busca de novas informações é algo extremamente distrativo e pode comprometer o rendimento no dia a dia.

Usar dois monitores, além de facilitar a localização de informações, ajuda o advogado a se manter mais focado enquanto redige peças processuais ou relatórios. Considerando a realidade dos processos eletrônicos, usar dois monitores não é nenhum luxo!

Para instalar dois monitores, o procedimento é bem simples. Com uma placa gráfica, duas saídas e mais um monitor, em poucos segundo o advogado pode modificar seu espaço de trabalho e ganhar produtividade.

Ficou curioso? Então confira as dicas que separamos para você instalar dois monitores na sua área de trabalho e melhorar a sua produtividade!

Como instalar dois monitores

A instalação dos dois monitores é um processo relativamente simples. É preciso contar com uma placa gráfica, duas saídas de vídeo, além de obviamente, mais um monitor. Vale destacar que boa parte das GPU’s atuais (Graphic Processing Unit) já contam com duas saídas para vídeo.

Para instalar os seus dois monitores, é preciso verificar qual o tipo de saída da placa de vídeo, para então utilizar os cabos adequados. Os tipos de saída podem ser VGA, DVI e HDMI.

tipos de entradas

Entre todos, o VGA costuma ser o mais comum e você provavelmente já deve ter visto um. Trata-se daqueles conectores azuis com 15 furos para a conexão dos pinos.

Os tipos de saída influenciam diretamente a qualidade da imagem. Por isso, enquanto algumas saídas cabem para vídeos analógicos, outras são para vídeos digitais.

Depois de identificar a saída e conectar os cabos corretamente, é preciso configurar o computador. Vale destacar que, logo depois de conectado, o segundo monitor não irá funcionar, até que você faça as corretas configurações.

Configurando o computador para usar dois monitores

Dependendo do seu sistema operacional, a forma de configuração pode alterar. No Windows Vista e XP, clique em qualquer local da área de trabalho em “propriedades”, depois acesse a aba de configurações e lá selecione a opção para dois monitores.

Abaixo dessa opção, existe um menu drop-down onde você clicar no monitor desativado (monitor 2) e seleciona a opção “estender a área de trabalho a este monitor”.

Depois disso é só configurar o posicionamento dos dois monitores e a disposição da imagem.

Você pode ordenar os monitores da maneira que for melhor para você. Na maioria das vezes, o ideal é posicionar um ao lado do outro, no formato widescreen. Porém, nada impede que você coloque um sobre o outro, por exemplo.

Por fim, você pode definir as resoluções dos monitores. O recomendável, no entanto, é usar a resolução própria de cada monitor, mesmo que sejam diferentes.

Para quem tem Windows 7, as configurações são um pouco diferentes. Selecione no desktop com o botão direito do mouse a opção “resolução de tela”. Nessa opção, o segundo monitor ficará indicado automaticamente.

Caso isso não ocorra, clique em “detectar” para encontra-lo.

Em seguida, é só definir as preferências da nova tela. Na opção “múltiplos vídeos” você determina a forma de integração entre os monitores. Ao clicar em “estender estes vídeos”, o monitores se complementarão entre si.

Pronto! Agora você já sabe como instalar seu segundo monitor e pode ter uma área de trabalho bem mais completa e produtiva para interagir com processos eletrônicos.

Quer ver mais uma dica incrível para aumentar a produtividade de advogados? Confira o nosso texto sobre tudo o que você precisa saber sobre o Certificado Digital.

Share this post:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

três × 4 =